Vidro Azul ("Blue Glass")


Vidro Azul ("Blue Glass"): its broadcastings began in RUC-Radio University of Coimbra, later extending to Radio Radar, and now on Radio SBSR. In its two-hour duration, this author’s project explores melancholic sonorities also experimenting, boundarylessly, with beautiful ethereal landscapes. Through several genres ranging from folk, glitch, indietronica, neoclassical, ambient, jazz, indie pop, minimal among others, themes are blended in an intentional attempt to create a coherent harmony.


quarta-feira, outubro 31

Página 161, 5ª linha

O desafio exige o cumprimento dos seguintes cinco passos:
1. Pegue no livro mais próximo, com mais de 161 páginas – implica aleatoriedade, não tente escolher o livro;
2. Abra o livro na página 161;
3. Na referida página procurar a 5.a frase completa;
4. Transcreva na íntegra para o seu blogue a frase encontrada;
5. Aumentar, de forma exponencial, a improdutividade, fazendo passar o desafio a mais 5 bloggers à escolha.


Ao repto da amicíssima ana, aqui fica a 5ª frase da página 161, do livro Os Cus de Judas do ALA, dado que, os que aqui tinha no escritório eram do João Luís Barreto Guimarães e da Ana Luísa Amaral - livros belos de poesia mas sem as páginas suficientes exigidas pelo "regulamento" (e por isso virei à esquerda e, da mesa de cabeceira, peguei o mais próximo):


«Depois do jantar, o motor reticente da electricidade dava corda a uma constelação de candeeiros gagos que aclaravam de viés o renque das mangueiras, arrancando ramos trágicos do escuro, e os oficiais visitavam cerimoniosamente a administração para o loto, em que a D. Áurea, esposa do imperador das cercanias, a extrair as amplidões do peito murcho das larguras do decote, cintilante de brincos e colares, distribuía os cartões e o grão de bico, e extraía de um saco que se me afigurava idêntico aos sudários que na minha infância se lançavam sobre as máquinas de costura, em salas estreitas repletas de cestos de roupas e da frescura dos lençóis lavados, números de madeira, que anunciava em voz baixa, numa confidência íntima de revelação.»

Passo o desafio ao valter, ao paulo, ao pedro, à inês e ao eduardo.

1 comentário:

Inês S. disse...

«Particles with a rough surface had void fractions a few percent larger than for smooth particles.»

:)