Vidro Azul ("Blue Glass")


Vidro Azul ("Blue Glass"): its broadcastings began in RUC-Radio University of Coimbra, later extending to Radio Radar, and now on Radio SBSR. In its two-hour duration, this author’s project explores melancholic sonorities also experimenting, boundarylessly, with beautiful ethereal landscapes. Through several genres ranging from folk, glitch, indietronica, neoclassical, ambient, jazz, indie pop, minimal among others, themes are blended in an intentional attempt to create a coherent harmony.


quarta-feira, maio 2

E do alto dos corações que pululam nos dias das
ruas as línguas adormentam a razão de preguiça
e clausura - e o eco pluvioso que nos solidifica.
O silêncio é candeeiro desluzido à espera
de uma noite para demorar.

1 comentário:

salomé disse...

é um poema para degustar. muito belo, como sempre. o silêncio tem essa aptidão para ser uma luz desluzida (palavra maravilhosamente colocada aí, nesse tropeção gráfico e semântico), porque ao sê-la, é de uma forma outra, demorada, entre luz, som e espaço. ora, escreveste um poema para ser lido do alto dos corações.

abraços aos 4 maravilhosos *